O Egoísmo de Dilma e A Falha da Democracia

Dilma é a chefa, mas não é nossa líder.

Segundo Datafolha de março, 62% dos brasileiros com mais de 16 anos acham seu governo ruim ou péssimo.

Se ponderarmos os votos nas eleições, considerando anos de educação de cada eleitor, ela teve menos de 40% dos votos. Considerando os votos dos empresários imagino que menos de 20%. Em resumo, o conhecimento acumulado dos brasileiros e os geradores de emprego não a reconhecem como líder ou mesmo a melhor alternativa para nosso Brasil no momento. Falha da democracia não meritocrática.

Neste contexto, por que a Dilma insiste em ficar na posição de Presidente?

Acredito que seu governo teve um grande mérito de trabalhar para eliminar a miséria entre os brasileiros. Nossa miséria e concentração de renda são realmente vergonhas dentro da comunidade internacional. Como brasileiros não tratamos destas questões da maneira mais adequada, não temos cidadania forte. A intenção foi boa e definitivamente colocou estes temas na agenda brasileira. Agradeço.

Contudo claramente não houve a competência gerencial para enfrentar estes desafios de maneira responsável. Criou-se uma bagunça financeira (déficit fiscal) e institucional (Lava Jato) que colocaram o Brasil em posição de extrema vulnerabilidade e falta de credibilidade na comunidade internacional.

Por que insistir em ocupar a cadeira, prejudicando 202 milhões?

Ela desenvolveu câncer antes de assumir a presidência. A maioria dos brasileiros a apoiaram e, de certa forma, lhe transmitiram energia positiva no combate a este desafio pessoal. Agora ela está no sentido oposto, prejudicando milhões, só está recebendo energia negativa. Por que insistir nesta trilha?

Com o fortalecimento do Ministério Público e do nosso Poder Judiciário, a Operação Lava Jato vai a todo vapor fazendo limpeza, melhorando nossas instituições e fortalecendo nossa governança. O PT vai entrar em falência quando aparecer a conta da Lava Jato (sem direito a recuperação judicial) e desestabilizar ainda mais nosso sistema político. Por que esperar a catástrofe total?

Nestas horas deve-se ouvir a consciência e tomar a melhor decisão para o bem coletivo. O povo brasileiro já tomou. Nossas instituições estão no caminho. A consciência pode agir mais rápido.

Publicado por

Eduardo Giuliani

Empresário nos setores de agronegócio, bioenergia, venture capital e imobiliário. Trabalhou como consultor pela McKinsey & Co. e investidor pela Advent International. Iniciou estudos sobre crescimento econômico em 1994 com o Curso National Economic Strategies de Bruce R. Scott na Harvard Business School (Membro do U. S. Competitiveness Policy Council). Cursou System Dynamics no MIT. Liderou trabalho de produtividade em Telecomunicações e Construção no McKinsey Global Institute. Engenheiro de Produção pela Escola Politécnica da USP. MBA pela Harvard Business School. Tenente da Reserva do Exército. Casado. Três filhos. Tri-atleta.

Um comentário sobre “O Egoísmo de Dilma e A Falha da Democracia”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s