Ordem e Progresso: Plebiscito

A situação do Brasil de hoje parece aquela após o 7×1 para a Alemanha em 2014. Crise total de identidade. Nosso símbolo mais forte que é a camisa da seleção, em frangalhos. Humilhação total. Hoje a seleção está provavelmente em seu mais alto patamar histórico. Batendo recorde de tempo em classificação para a próxima Copa. Conseguiu virar o jogo e a nossa auto-estima.

A situação da política e da economia está em frangalhos. A Justiça que nunca funcionou neste país acordou através do Sérgio Moro, MPF, PF e vários membros do STF. É a única instituição dos três poderes com alguma credibilidade junto à população. Contudo mantém sua lentidão devido à estrutura de proteção da impunidade que influenciou sua estruturação. Enquanto o padrão de vida da população vem degradando rapidamente com o desemprego e a violência.

Os poderes Executivo e o Congresso estão totalmente controlados por brasileiros ilícitos. Situação óbvia e escandalosa. Gente legislando em interesse próprio, distorcendo projeto de medidas anti-corrupção, tentando anistia de ilicitudes, presidente mordendo o osso do poder sem a menor vergonha, questionando nossas instituições e as leis, usando direito de defesa de gente honesta, como se honesto fosse. Uma total falta de Ordem.

Em termos de Progresso então a coisa está mais feia. Perdas de R$3 trilhões nos últimos três anos com política macro-econômica totalmente inepta, defendendo os interesses do setor financeiro rentista, desrespeitando claramente as melhores práticas internacionais de Keynes, Smith e Friedman. BC comportando-se claramente como um órgão dirigido pelos interesses do setor financeiro, defendendo manutenção de juro alto, ao invés de mínimo. Tem o juro como custo e o usa no sentido oposto ao interesse da população. Total falta de responsabilidade fiduciária dos cargos públicos.

Estamos sem Ordem e sem Progresso. Este elevado nível de rejeição dos poderes executivo e legislativo chama o papel do Plebiscito. Deveríamos votar se queremos destituir totalmente 1) Presidente e Congresso; 2) Governadores e Assembléias; 3) Prefeitos e Vereadores. E convocar novas eleições sem a possibilidade de uso de poder econômico para influenciar o voto. A democracia exige este direito. A Lava Jato nos propiciou este contexto e oportunidade. As Forças Armadas poderiam nos ajudar nesta transição para fortalecimento da democracia. Um RESET para nos liberar do TILT.

Publicado por

Eduardo Giuliani

Empresário nos setores de agronegócio, bioenergia, venture capital e imobiliário. Trabalhou como consultor pela McKinsey & Co. e investidor pela Advent International. Iniciou estudos sobre crescimento econômico em 1994 com o Curso National Economic Strategies de Bruce R. Scott na Harvard Business School (Membro do U. S. Competitiveness Policy Council). Cursou System Dynamics no MIT. Liderou trabalho de produtividade em Telecomunicações e Construção no McKinsey Global Institute. Engenheiro de Produção pela Escola Politécnica da USP. MBA pela Harvard Business School. Tenente da Reserva do Exército. Casado. Três filhos. Tri-atleta.

2 thoughts on “Ordem e Progresso: Plebiscito”

    1. Marcos, pode não parecer mas o Exército é uma das instituições mais democráticas que temos, no sentido de que conhece muito bem a base da pirâmide brasileira que é treinada todos os dias nos quartéis. Se analisar nossa História, vai ver que os militares fizeram mais obras para beneficiar a maioria da população em detrimento da minoria do que os políticos tradicionais. Não precisamos mais de ditadura, mas neste momento de ruptura precisamos de disciplina e ordem para escolher os novos governantes.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s