Ordem e Progresso: Plebiscito

A situação do Brasil de hoje parece aquela após o 7×1 para a Alemanha em 2014. Crise total de identidade. Nosso símbolo mais forte que é a camisa da seleção, em frangalhos. Humilhação total. Hoje a seleção está provavelmente em seu mais alto patamar histórico. Batendo recorde de tempo em classificação para a próxima Copa. Conseguiu virar o jogo e a nossa auto-estima.

A situação da política e da economia está em frangalhos. A Justiça que nunca funcionou neste país acordou através do Sérgio Moro, MPF, PF e vários membros do STF. É a única instituição dos três poderes com alguma credibilidade junto à população. Contudo mantém sua lentidão devido à estrutura de proteção da impunidade que influenciou sua estruturação. Enquanto o padrão de vida da população vem degradando rapidamente com o desemprego e a violência.

Os poderes Executivo e o Congresso estão totalmente controlados por brasileiros ilícitos. Situação óbvia e escandalosa. Gente legislando em interesse próprio, distorcendo projeto de medidas anti-corrupção, tentando anistia de ilicitudes, presidente mordendo o osso do poder sem a menor vergonha, questionando nossas instituições e as leis, usando direito de defesa de gente honesta, como se honesto fosse. Uma total falta de Ordem.

Em termos de Progresso então a coisa está mais feia. Perdas de R$3 trilhões nos últimos três anos com política macro-econômica totalmente inepta, defendendo os interesses do setor financeiro rentista, desrespeitando claramente as melhores práticas internacionais de Keynes, Smith e Friedman. BC comportando-se claramente como um órgão dirigido pelos interesses do setor financeiro, defendendo manutenção de juro alto, ao invés de mínimo. Tem o juro como custo e o usa no sentido oposto ao interesse da população. Total falta de responsabilidade fiduciária dos cargos públicos.

Estamos sem Ordem e sem Progresso. Este elevado nível de rejeição dos poderes executivo e legislativo chama o papel do Plebiscito. Deveríamos votar se queremos destituir totalmente 1) Presidente e Congresso; 2) Governadores e Assembléias; 3) Prefeitos e Vereadores. E convocar novas eleições sem a possibilidade de uso de poder econômico para influenciar o voto. A democracia exige este direito. A Lava Jato nos propiciou este contexto e oportunidade. As Forças Armadas poderiam nos ajudar nesta transição para fortalecimento da democracia. Um RESET para nos liberar do TILT.

Publicado por

Eduardo Giuliani

Edu é empresário nos setores de agronegócio, bioenergia, venture capital e imobiliário. Trabalhou como consultor pela McKinsey & Co. (1991-97) e investidor pela Advent International (1998-99). Iniciou estudos sobre crescimento econômico em 1994 com o Curso National Economic Strategies de Bruce R. Scott na Harvard Business School (Membro do U.S. Competitiveness Policy Council). Cursou System Dynamics no MIT (1994). Liderou trabalho de produtividade em Telecomunicações e Construção no McKinsey Global Institute (1997). Engenheiro de Produção pela Escola Politécnica da USP (1989). MBA pela Harvard Business School (1995). Tenente da Reserva do Exército (1985). Casado. Três filhos. Tri-atleta.

2 comentários em “Ordem e Progresso: Plebiscito”

    1. Marcos, pode não parecer mas o Exército é uma das instituições mais democráticas que temos, no sentido de que conhece muito bem a base da pirâmide brasileira que é treinada todos os dias nos quartéis. Se analisar nossa História, vai ver que os militares fizeram mais obras para beneficiar a maioria da população em detrimento da minoria do que os políticos tradicionais. Não precisamos mais de ditadura, mas neste momento de ruptura precisamos de disciplina e ordem para escolher os novos governantes.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s