O Bom Senso na Macroeconomia

A missão da macroeconomia é criar riqueza. Se riqueza não está sendo criada uma análise com bom senso rapidamente identificará as causas. Dois economistas iluminados foram sem dúvidas Smith e Keynes. Seus conceitos se complementam para formar uma teoria econômica robusta, seguida pelos principais países de sucesso econômico.

De 2014 até hoje o Brasil destruiu R$2 trilhões de sua economia através de perda de PIB e aumento de endividamento. A destruição continua e os irresponsáveis gostam de jogar a culpa na equipe anterior. DR jogava no FHC, MT joga na DR. Não temos uma liderança que assuma que o problema é dele, que  vai resolvê-lo agora, não daqui a alguns anos.

Segundo Keynes o crescimento vem do aumento da demanda agregada. Isto ocorre via aumento de consumo e investimentos. O aumento de consumo deve ocorrer através do aumento do mercado (exportações) e o aumento de investimentos vêm do lucro do setor privado e da poupança pública (arrecadação menos despesas do governo).

Segundo Smith, o laissez-faire e a mão invisível, o governo não deve intervir nas variáveis preço e deve incentivar a competição entre os agentes do setor privado.

Segundo o monetarista Friedman, em períodos de ociosidade de mão-de-obra (desemprego) o governo deve utilizar uma política expansionista reduzindo os juros.

Nossa equipe macro-econômica desrespeita Keynes, Smith e Friedman. Criaram uma seita de Falsos Liberais que usa os juros para minimizar a inflação a qualquer custo, com qualquer que seja a conseqüência para a sociedade brasileira. Esta seita possui milhares de fiéis no setor financeiro que não reflete sobre as conseqüências destes atos e não usa ciência em suas análises. Desrespeitam o mais nobre conhecimento econômico que a Humanidade desenvolveu e assumem esta filosofia Falsa Liberal.

Aonde está a falsidade:

  1. Combatem a inflação (ajuste de preços) de maneira irracional tentando distorcer os preços através dos juros. O que elevação de preços de gasolina (atrelada ao US$), de feijão (perda de safra), de energia e de vários outros itens da economia que precisam reajustar seus custos tem de ruim para a economia se são feitos dentro de ambiente competitivo? Todos estes setores precisam de lucro e se estão reajustando os preços é porque é necessário. Se exagerarem no aumento de preços vão perder mercado e este não é o objetivo dos empresários que buscam maximizar seus lucros.
  2. Aumentam os juros para sinalizar responsabilidade fiscal. Aumento de juros diminui a arrecadação, aumenta as despesas e afunda o déficit nominal. Aonde que aumentando o déficit nominal está ocorrendo responsabilidade fiscal?
  3. Valorizam o câmbio para reduzir a inflação. Ao valorizar o câmbio estão diminuindo a demanda agregada dos brasileiros e o lucro das empresas brasileiras.

Seguindo a melhor teoria econômica já desenvolvida pela Humanidade precisamos corrigir nosso tripé macroeconômico para câmbio de competitividade econômica internacional (R$8,8), juros moderados de 5% e déficit nominal equilibrado de 2%. Qualquer outro caminho é aventureiro e desastroso. A evidência desde 2014 é clara e a situação não está revertendo. É necessário iluminarmos o debate macroeconômico com ciência para sairmos desta enganação da seita rentista liberal.

Smith dizia que a ciência não pode ser superior ao bom senso. Keynes desprezava o uso da matemática para esconder o bom senso na economia. Desenvolveu a Teoria Geral em prosa.

Publicado por

Eduardo Giuliani

Empresário nos setores de bioenergia, agronegócio, venture capital, e imobiliário. Trabalhou como consultor pela McKinsey & Co. e investidor pela Advent International. Iniciou estudos sobre crescimento econômico em 1994 com o Curso National Economic Strategies de Bruce R. Scott na Harvard Business School (Membro do U. S. Competitiveness Policy Council). Cursou System Dynamics no MIT. Liderou trabalho de produtividade em Telecomunicações e Construção no McKinsey Global Institute. Engenheiro de Produção pela Escola Politécnica da USP. MBA pela Harvard Business School. Tenente da Reserva do Exército. Casado. Três filhos. Tri-atleta.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s