Militares levaram o Brasil a USD15,5K/cap, sem eles estaríamos em USD4K/cap

O espírito militar garantiu o progresso do Brasil desde a Independência (de 1% ao ano de crescimento passamos para 2,6%), contudo foi a partir de Benjamin Constant com o Ordem e Progresso da República que o efeito foi se intensificando, atingindo 4,1% na República Velha e subindo para 5,6% a partir de 1931 com o nacionalismo e planejamento de Vargas, Juscelino e os Militares da Revolução. Com o abandono do poder em 1985, voltamos para o crescimento imperial de 2,5% ao ano. Sem o efeito militar o Brasil seria hoje uma economia de USD4.000/capita (pior do que a Bolívia) ao manter o crescimento do Império. Se tivessem deixado continuar com as oligarquias da República Velha (Café com Leite) estaríamos em USD8.700/capita. Hoje estamos em USD15.500/capita graças ao esforço desta Instituição genuinamente brasileira, que molda e deve garantir nossos valores de Coragem, Meritocracia e Cidadania.

Eventos decisivos:

  • 1780: Tiradentes e a Inconfidência Mineira
  • 1822: José Bonifácio, Dia do Fico e Independência
  • 1889: Benjamin Constant e a República (Ordem e Progresso)
  • 1891: Renúncia de Deodoro ao não respeitar Constituição
  • 1891-94: Floriano eliminando as revoltas
  • 1897: Protegendo Prudente dos jacobinos no início da República
  • 1910: Nilo abre espaço para Hermes na Presidência contra oligarquias
  • 1911-14: Hermes combate as oligarquias e cria Escola do Realengo
  • 1922: Hermes e os tenentes tentam impedir posse de Bernardes
  • 1924: Tenentes tentam depor Bernardes
  • 1925-27: Coluna Prestes tenta depor Bernardes
  • 1930: Tenentes depõem Washington Luís e dão poder a Vargas
  • 1932: Combatem Separação de SP
  • 1935: Impedem Intentona Comunista
  • 1937: Impedem Revolução Integralista (Fascista)
  • 1945: Forçam renúncia de Vargas
  • 1946-50: Dutra investe em infraestrutura e garante democracia
  • 1954: Forçam renúncia de Vargas
  • 1955: Forçam renúncia de Café Filho e garantia de posse de Juscelino (Lott)
  • 1961: Evitam posse de Goulart
  • 1964: Destituição de Goulart
  • 1964-85: Eliminação de comunistas, terroristas e corruptos para restabelecimento da Ordem; investimentos em infraestrutura, geração de empregos e industrialização; fortalecimento da cidadania
  • Evolução do PIB/cap de 1780 a 2016
  • Evolução da taxa de crescimento do PIB de 1780 a 2016
  • Ranking dos Presidentes

 

Publicado por

Eduardo Giuliani

Edu é empresário nos setores de agronegócio, bioenergia, venture capital e imobiliário. Trabalhou como consultor pela McKinsey & Co. (1991-97) e investidor pela Advent International (1998-99). Iniciou estudos sobre crescimento econômico em 1994 com o Curso National Economic Strategies de Bruce R. Scott na Harvard Business School (Membro do U.S. Competitiveness Policy Council). Cursou System Dynamics no MIT (1994). Liderou trabalho de produtividade em Telecomunicações e Construção no McKinsey Global Institute (1997). Engenheiro de Produção pela Escola Politécnica da USP (1989). MBA pela Harvard Business School (1995). Tenente da Reserva do Exército (1985). Casado. Três filhos. Tri-atleta.

Um comentário sobre “Militares levaram o Brasil a USD15,5K/cap, sem eles estaríamos em USD4K/cap”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s