Bem-vindo!

Você quer ajudar na construção de um Brasil com crescimento econômico (10% ao ano) e inclusão social (GINI abaixo de 0,35)? Já fomos um país bastante competente até 1984 (veja na Evolução do Brasil desde 1500). Entenda a Natureza da Vida Humana

No Menu à esquerda temos páginas com conceitos e dados.
Abaixo estão os artigos escritos no blog em ordem cronológica.

Temos trabalho a ser implementado em questões científicas (macroeconomia) e políticas. O caminho científico é muito claro como estabelecido por Smith, Keynes, Friedman e Stiglitz e implementado com sucesso por Singapura e China. As medidas macroeconômicas para gerar crescimento via maximização de demanda agregada são:

  • Câmbio de R$9 (nível de competitividade econômica internacional)
  • Juro de Zero (taxa neutra para expandir base monetária buscando pleno emprego)
  • Impostos nas exportações de commodities agrícolas e minerais (fim da lei kandir)
  • Investimentos em infra-estrutura social de R$2 trilhões nos próximos 10 anos (moradia, educação/EAD, internet e mobilidade/transporte)
    Plano Keynes – Brasil 2050
  • Obrigatoriedade de poupança fiscal mínima de 4% do PIB sem amarras constitucionais.

O caminho político envolve o tratamento dos incentivos para minimizar custo do agente e a organização de partidos profissionais:

Este blog procura demonstrar a lógica científica por trás de cada uma das recomendações. Consideramos que a busca da Verdade como feito pela Ciência no Renascimento é fundamental para o Progresso. O que não pode ser questionado é porque não é Verdade. Use seu livre arbítrio e questione Tudo. Nesta busca pela Verdade precisamos ter consciência que enfrentamos 4 obstáculos com interesses próprios que distorcem as informações através de influência no Congresso, nas Instituições de Ensino e na Mídia. Isto não aconteceria se respeitássemos o princípio de não decidir ou influenciar decisões em situação de conflito de interesse nas questões nacionais.

  • Oligarquia financeira: manipula taxa de juro no Banco Central
    Desrespeito às melhores práticas internacionais desenvolvidas por Smith, Keynes e Friedman; Sistema Financeiro Ilícito; Depressão econômica induzida e voluntária (Brasil Macro 1996-2018)
  • Oligarquia do agronegócio: isenta impostos nas exportações de seus produtos o que gera doença holandesa no câmbio e desindustrializa o país
  • Oligarquia dos servidores: exagera as remunerações e os direitos
  • Oligarquia do sacerdócio: isenta impostos em negócio lucrativo, manipula ilicitamente mundo espiritual para ganho no mundo material (o que Deus acha das igrejas não contribuírem para a evolução social das comunidades onde atuam?)

O objetivo da Ciência Econômica é gerar riqueza com inclusão social. O conhecimento desenvolvido pela Humanidade demonstra que a gestão da alocação de recursos através de Planejamento Governamental (demanda agregada e infraestrutura social) com Meritocracia na economia (capitalismo) e na definição de líderes públicos Democráticos* são a fórmula do sucesso. Temos 211 milhões de cérebros no Brasil – que são nossos principais recursos – muito mal aproveitados (emprego, educação e saúde).

Somos sócios neste país. Reflita sobre nossos pontos e argumentos. Use lógica e bom senso da teoria econômica. O voo de galinha de 1% ao ano em PIB/cap desde 1980 é consequência da gestão macro-econômica. Continuamos em ambiente negativo com o desastre social se ampliando (desemprego de 14%, queda de salários, desalento e violência) em país que já tem uma das piores concentrações de renda do mundo. Chega de miséria. Vamos evoluir nossa comunidade mudando este jogo.

Seja responsável pelo futuro de nosso país e participe tomando iniciativas em sua comunidade.

Orçamento Socialmente Responsável com 3 medidas-chave para maximizar a demanda agregada e retomar pleno emprego com industrialização:

Resumo Geral do blog: BR-Macro para Crescimento Inclusivo

*Democráticos significa fazer o bem para a maioria, seja através de eleição com sufrágio universal (EUA e todos os países desenvolvidos.) ou com amostra significativa de boas cabeças do país (China – 90 milhões de membros do Partido Comunista).